Solidão, feita de palavras sem eco
Liduina  do  Nascimento
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos PerfilPerfil
Meu Diário
12/06/2018 08h49
Sem você

 

 

Você  você  você

Quando o dia está claro e quente, lembro que você era o meu raio de sol que sempre me aquecia. Quando chove, as minhas lágrimas se misturam com as gotas que se tornam rios e rios de saudade. Cinco anos já passou, e tudo em minha memória ainda está muito forte, cada conversa, cada tudo o que você significou para mim. Foi muito difícil perder você, ainda hoje eu não acredito que o meu sonho teve que morrer antes mesmo de alcançar a vida que você me dava a cada novo amanhecer, eu dormia, despertava, respirava esse amor que ainda sinto por você, mas, quando eu pensei que estava com você, numa noite intensa de sono, quando eu acordei, foi grande a tristeza em meu coração; Porque eu havia perdido você, o tempo passa bem lento, e continuo procurando você, sabendo que nunca mais vou encontrar, mesmo assim não tem um dia que eu não pense em você, você, você você, você.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Publicado por Liduina do Nascimento em 12/06/2018 às 08h49
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.