Liduina do Nascimento

....Na solidão das palavras

Textos




Se

 

Sinto o tempo passando, as suas marcas em meu corpo vai deixando, aos poucos vou percebendo que o mundo está de pernas para o ar, não há muita coisa para me fazer deslumbrar. Não dá para voltar atrás, nem eu gostaria tanto, já me sinto um tanto assim cansada, afinal lutei muito, numa luta desigual e desumana, para chegar até aqui. E nunca lutei por mim mesma, as causas sempre foram alheias, quando olho para trás, vejo que algumas delas, nem valeu a pena, foram desgastes em vão, por pessoas ingratas que nunca reconheceram não, mas fiz, eu estava exatamente naquele momento porque quis o destino que fosse eu o instrumento.
Mas se eu pudesse faria algumas modificações do trajeto quase que inteiro, se houvesse uma nova chance! Eu relevaria mais, cantaria mais embaixo do chuveiro enquanto o mundo lá fora se matasse. Agora é muito tarde, estou para lá da metade do caminho, a contagem agora é regressiva, ah se eu pudesse dar uns pontos aqui, outras retocadas ali, nas besteiras que eu fiz, em outras bobagens que deixei de viver. Uma palavra mal colocada aqui, outra silenciada, alguns gritos dados na hora errada, outros sufocados pela minha fragilidade por ser uma mulher sempre sozinha. Quando repenso; Vejo que foi minha essa opção, devido as perdas e tanta decepção. Se eu pudesse, o meu ponto de recomeço principal, seria ter dado ainda mais de mim para os meus filhos, que tão pouco da vida tiveram diante do tanto que merecem, se eu pudesse, muita coisa eu teria mudado para melhor amá-los, porque se tem algo nesta vida que eu fiz e que valeu cada instante, foi tê-los, por isso a palavra se, torna-se sem efeito e com efeito, se fosse para começar tudo outra vez, pela alegria de ser mãe desses três seres maravilhosos, eu esqueceria o meu cansaço e faria tudo com muito mais empenho, porque a minha vida eu dedico a vocês meus filhos.   
Liduina do Nascimento
Enviado por Liduina do Nascimento em 18/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras