CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
LinksLinks
Um jeito simples de poesia
Liduina do Nascimento
Textos





Sem brilho




Sinto quando versam estrelas
Quando falam estrelas
Cantam estrelas...
Calam-se estrelas. Penso em ti.

Lembro
que fostes a minha estrela preferida,
Ùnica.

Esta mesma
que hoje
aqui dentro sinto
Mesmo sem brilho para me iluminar.

Quando versam estrelas;
Penso em ti.
Desperto naturalmente para o nada.

Mais vale um amor calado
que aquele que grita
Assombrado.
Vejo tudo, me calo e sinto
Até acho graça. Dizer o que?
 
Liduina do Nascimento
Enviado por Liduina do Nascimento em 05/08/2017
Alterado em 05/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.