A poesia está em todo lugar
Liduina do Nascimento
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Textos





 
Nem tento



 
O amor que sinto por ti não é uma ilusão,
Se fosse, que ilusão perfeita que me faz sorrir.
Amo o doce sopro do teu existir.
Um dia eu te busquei numa intensa esperança,
Amando a tua dignidade,
Adorando a tua simplicidade e poesia.
Eu te amei desde o primeiro momento,
Nas idas e vindas que o tempo causou em nós.

Mesmo tu não me querendo,
Seguindo os nossos caminhos opostos,
deixastes em mim um presente,
A gostosa lembrança, tua voz.
No silêncio, nas brigas pelos meus exageros,

Eu te amei e te amo,
És minha valiosa lembrança,
Amei-te até no sorriso que me devolvias.
Ainda a pouco sonhei com você,
Ah meu Deus, despertei,
Me conformo,
Sempre serás a razão da minha alegria.
Se eu pudesse, para sossegar a minha alma,
Eu te esqueceria, nem tento, tentar pra que?
Estás grudado em meu coração,
Mesmo que eu quisesse, não conseguiria.
Liduina do Nascimento
Enviado por Liduina do Nascimento em 09/06/2017
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.