CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Liduina do Nascimento
Poesias
Textos





 
Nem tento



 
O amor que sinto por ti não é uma ilusão,
Se fosse, que ilusão perfeita que me faz sorrir.
Amo o doce sopro do teu existir.
Um dia eu te busquei numa intensa esperança,
Amando a tua dignidade,
Adorando a tua simplicidade e poesia.
Eu te amei desde o primeiro momento,
Nas idas e vindas que o tempo causou em nós.

Mesmo tu não me querendo,
Seguindo os nossos caminhos opostos,
deixastes em mim um presente,
A gostosa lembrança, tua voz.
No silêncio, nas brigas pelos meus exageros,

Eu te amei e te amo,
És minha valiosa lembrança,
Amei-te até no sorriso que me devolvias.
Ainda a pouco sonhei com você,
Ah meu Deus, despertei,
Me conformo,
Sempre serás a razão da minha alegria.
Se eu pudesse, para sossegar a minha alma,
Eu te esqueceria, nem tento, tentar pra que?
Estás grudado em meu coração,
Mesmo que eu quisesse, não conseguiria.
Liduina Nascimento
Enviado por Liduina Nascimento em 09/06/2017
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.