Liduina do Nascimento
Inspirações poéticas, tema livre, nesse poema em construção que é viver.
Capa Meu Diário Textos Perfil




Contando estrelas


Existe um lugar muito distante, onde nunca 
você colocou os seus pés, no entanto, nele
fez o seu abrigo. Nesse lugar você se tornou
o rei, dono de toda alegria, toda fantasia.

Faz quanto tempo? Todo tempo do mundo.
De noite você se deita na grama,
por horas conta as estrelas, olha para o lado
ela sempre está ali por perto. Isto é certo.

Ela estende a mão, juntos fecham os olhos
sem dormir, às vezes silenciam, outra hora
um responde o que o outro fala. Por vezes
Os dois se calam.
O amor nem precisa de palavras, respostas,
basta ser, basta querer crer e só sentir.
Esse amor é a sua verdadeira morada,
você nunca precisa ficar perdido na estrada.

Sabe para onde ir, o seu lugar é aqui dentro
da minha alma onde você vai e volta na hora
que quiser, não escolheu ou foi escolhido,
é um caso de amor pelo destino acontecido. 

Você sabe que é assim, sabe que eu amo
você de verdade, com toda minha vontade.
Conhece o caminho dessa casa que estará
sempre de portas abertas sem medo algum
dos perigos, nesta combinação silenciosa
eu lhe acalmo com o meu amor, e você com
a sua compreensão, também me acalma.

 
Liduina do Nascimento
Enviado por Liduina do Nascimento em 14/02/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.